Aproveitamento de Resíduos de Cinza do Bagaço da Cana-de-açúcar em Massas Cerâmicas

Descrição

Refere-se à fabricação de placas cerâmicas para pisos e revestimentos com adição da cinza do bagaço da cana de açúcar como material fundente na formulação, sendo que a cinza do bagaço da cana de açúcar são resíduos obtidos no beneficiamento da cana de açúcar, sendo o bagaço utilizado como combustível nos fomos de destiladas e usinas termoelétrica gerando a cinza; sendo que os revestimentos cerâmicos obtidos tiveram absorção de água variando de 0,10 % a 2,51 %, podendo ser enquadrado desde o grés porcelanato, com absorção abaixo de 0,5 % até revestimento poroso, com absorção superior a 10 %, e valores de resistência à flexão variando entre 20,63 Mpa e 42,86 Mpa, segundo a norma a resistência a flexão 35 Mpa; e que na formulação das massas utilizou-se argila caulinitica, caulim, feldspato e cinza do bagaço da cana de açúcar conforme formulações.

Numero do processo: MU 8903002-8 U2

Perfil do Inventor

Raimundo Jorge Santos Paranhos

RAIMUNDO JORGEPossui graduação em Tecnólogo em Manutenção Petroquímica pelo Instituto Centro de Ensino Tecnológico (1985). Atualmente é Msc em Engenharia Mecânica e professor do 1º e 2º grau do Instituto Federal da Bahia.

 

 

 

Equipe Envolvida:

Wilson Acchar